sábado, 27 de dezembro de 2008

Promessa...


foto: Matteo Bartolio

Nas mãos, um doce roubado, um perfume etéreo.
Na pele jovem, um cheiro só teu, único.
Aquele que só eu sei qual é,
E que só tu sabes que eu gosto.
Nas minhas mãos, uma breve carícia, um beijo pecador.
Uma noite só nossa, proibida aos deuses.
Uma promessa prometida aos homens...

Bilhete...


foto: Cergey Matveev

Beija a chuva como quem beija um amante
Beija e deixa vir os sonhos, escorrer pelos dedos, e nas mãos os suores, os odores do amor,
De bocas sufocadas de ar que já não têm,
De corpos que já se conhecem, de carícias que já se trocaram,
De línguas que já se tocaram.
Beija forte e doce
Beija doce e duro penetra na vida ao amar, quem te ama.
Beija e deixa durar mais algum tempo, até fazer noite.
Até a noite ser dia. Até o dia fazer frio. Até a noite voltar para nos abraçarmos novamente ao Amor.

A música...

...do momento.

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

Todos Juntos...

Fomos à Discoteca mais "in" da altura, "AlterNative" era o nome. Um Dj com boa pinta, musculado e sorriso Trident, brinquinho à Cristiano Ronaldo como se fosse moda, normal, e mais do que usual. Odeio e faz-me impressão. Mas isso, sou eu. Cheio. Não se podia respirar, nem usar muito os braços ou as pernas para dançar, quanto muito, dois pulinhos aqui, dois pulinhos ali, e já era muito. Era "in", porque era novo, moderno, e muito...mais animado que os outros, poucos, que ainda temos. Bêbados, jovens de borbulhas, Quarentões, Trintonas, Solteiros e Casados tudo ao molhe e fé em quem conseguir se safar. É o que mais reinava por aquelas bandas. Um bar cheio deles e delas, de mulheres à procura de uma noite de loucura e de homem ávidos de 15 minutos numa casa de banho, trancados com alguma mulher, desesperada por alguém que lhe apaga-se o fogo que a consumia. Breve inferno tornado em Céu. 5 minutos. Bastaram 5 minutos para que a vontade carnal se transforma-se em arrependimento e lágrimas. Um homem feliz, uma mulher perdida em desejo, e depois o arrependimento. Moral: Nunca faças nada, numa casa de banho de uma Discoteca, são imundas.
... (Termino amanhã...)